Nossa história

O POVO DA RUA – teatrodegrupo formou-se em 1997 e estreou seu 1° espetáculo em 1999, na busca da construção de um teatro de grupo - o artista solidário no processo coletivo de criação – agrupando atores com diversidade de caminhos e uma vontade comum de participar como sujeitos de transformação das relações sociais.

O POVO DA RUA vem firmando sua estética, com projetos desenvolvidos com entidades e movimentos de luta por direitos sociais e humanos pelas ruas, praças, escolas, fábricas, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e festivais de teatro, mostras e encontros nacionais e internacionais.

As montagens sempre procuram pela singular humanidade retida em cada encontro onde se propõem momentos de celebração entre artistas e toda a classe de cidadãos presentes no espaço urbano.

Com a encenação de "OS 7 PECADOS DO CAPITAL" (1999), "O MISTÉRIO DAS QUATRO CHAVES – Uma Brincadeira Espetáculo" (2001) e PEDRO MALAZARTES DA SILVA" (2003) o grupo solidifica a trilogia do resgate da identidade expressiva de um povo bom e guerreiro:o povo brasileiro.

A partir de pesquisas e experimentos da linguagem popular e religiosa que constituem nossa cultura, o grupo estreou em 2006 o espetáculo de teatro e música "A Ciranda dos Orixás", apresentado no seu espaço de trabalho.

No ano de 2004 o POVO passa a ocupar um espaço físico no Hospital Psiquiátrico São Pedro, integrando o Movimento dos Grupos de Teatro de Rua de Porto Alegre.

O Espaço Cultural CASA do POVO no Centro Cênico Estadual – H.P.S.P. abriga as atividades de pesquisa de linguagens artísticas, treinamento de atores, estudo de temáticas e pensamentos contemporâneos, oficinas artísticas livres e abertas � comunidade local, montagem e apresentação de espetáculos.

No Projeto de inclusão cultural Teatro do POVO – Inclusão na Vida! desde 2007 ministra uma oficina de teatro na Vila São Miguel, no Bairro Partenon, que resultou na formação do grupo "Quadrilha Teatral". Este ano, o projeto tem a participação do grupo de teatro de Belém Novo e do Ponto de Cultura da Vila Santa Rosa, com oficinas de teatro e música mantidas pelos artistas do grupo.